Com o plano as escolas dão inicio ao processo de retorno as aulas presenciais.(Foto: Arquivo)

O Departamento de Vigilância em Saúde de Dourados, por meio da Vigilância Sanitária Municipal (VISA), analisou e aprovou mais de 60 Planos de Biosseguranca, enviados pelas escolas particulares de educação infantil, ensino fundamental, médio e universidades durante os meses de setembro, outubro e novembro desse ano, em cumprimento aos decretos nº 2.863, nº 2.940 e nº 2.983/2020.

“Foi um trabalho árduo devido aos detalhes constantes nos planos de biosseguranca enviados e também devido ao prazo estipulado pelos decretos. Porém, a equipe da Vigilância Sanitária concentrou suas ações nessas análises e todos os planos foram aprovados dentro do prazo estipulado”, explica o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde, Emerson Eduardo Corrêa.

Nesse intervalo também houve a fiscalização por parte da VISA nas universidades e escolas privadas de ensino infantil, que tiveram suas aberturas autorizadas a partir de 21 de setembro e 19 de outubro, respectivamente.

Essa fiscalização “in loco” teve por objetivo verificar o cumprimento das exigências constantes nos decretos, assim como a aplicação dos planos de biosseguranca apresentados.

Ainda segundo o diretor, a partir do dia 23 de novembro serão fiscalizadas as escolas de ensino fundamental e depois as de ensino médio, nos mesmos moldes do que foi feito nas universidades e educação infantil.

“Agradecemos a todos os servidores da Vigilância Sanitária pelo trabalho desenvolvido e a dedicação à frente de mais uma das muitas ações desempenhadas por essa equipe de Saúde. Nosso objetivo nessas ações é proporcionar segurança aos alunos, professores e funcionários, assim como tranquilidade aos pais desses alunos que reiniciaram suas atividades presenciais”, complementa o diretor Emerson Corrêa.