Padrasto estupra menina de 11 anos e diz a mulher estar ‘apaixonado’ por criança

-

Foi negado o habeas corpus a um homem acusado de estuprar a enteada de 11 anos, na cidade de Três Lagoas. O pedido negado foi publicado no Diário da Justiça desta quarta-feira (27).

A menina começou a ser estuprada sistematicamente pelo homem quando completou 11 anos. O autor ameaçava a criança afirmando que se ela contasse a alguém, e ele fosse preso, a família ficaria sem ajuda financeira e os filhos sem um pai. A denúncia revela, ainda, que o homem contou a mãe da criança sobre os estupros.

Ele teria dito a esposa que estava ‘apaixonado’ pela menina já que ela dava atenção a ele. Após a revelação, o casal se separou e a mulher foi embora com os filhos.

Na decisão publicada nesta quarta (27), diz que “as condições pessoais favoráveis do réu não garantem eventual direito em responder ao processo em liberdade, sobretudo quando presentes os requisitos que autorizam a segregação cautelar”.

VEJA TAMBEM