O homem desapareceu no final de semana durante uma caçada.(Foto: Arquivo Midiamax)

Equipe de Buscas do Corpo de Bombeiros de Campo Grande localizou no rio Anhandui, o corpo de Ramão de Lima, 42 anos, desaparecido desde sábado quando tentou atravessar o rio a nado, durante caçada de javali acompanhado de um amigo. Assim que notificados do desaparecimento, Bombeiros iniciaram buscas durante todos os dias até o escurecer. No reinício dos trabalhos nesta quarta-feira (22), inclusive com emprego de cães farejadores, pouco antes de 7h o corpo foi localizado e ancorado na margem do rio a espera da Perícia e Polícia Civil.

Morador em Anastácio, Ramão caçava javalis com o amigo Paulo Sérgio Rittes de Oliveira, de 51 anos, que acabou preso na noite de domingo por posse ilegal de arma de fogo, a espingarda calibre 24, usada na caçada, que que não tinha documentação legal.

Ao relatar o caso para o Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, Paulo Sérgio contou que os dois estavam caçando javalis quando os cachorros correram atrás de um porco e ele resolveu atravessar o rio, já que viu os cães atrás de um javali do outro lado. Disse ainda que durante travessia do rio o amigo desapareceu, resolvendo então voltar nadando a procura e chamando companheiro, mas este não foi mais visto.

Com isso, voltou para a chácara onde havia deixado o carro acionou o Bombeiros. A Polícia Militar também ateneu o caso e Paulo Sérgio foi preso ao ser apanhado com a espingarda e munições.