As primeiras chuvas registradas no Pantanal já contribuiram para a extinção dos diversos focos de incêndios florestais, na região do bioma Pantanal. Porém, por pelo menos mais 48h, as equipes da força-tarefa continuam mobilizadas.

O secretário da Semagro, Jaime Verruck explicou na live transmitida pelo perfil oficial do Governo do Estado no Facebook, na tarde desta quinta-feira, que é preciso estar alerta e ter cuidado com os raios, pois ainda há muita massa seca na região.

Verruck ressaltou que “permanecem vigentes, até 31 de janeiro de 2021, as portarias que proíbem a queima controlada, mesmo para aqueles que já tenham autorização.

De acordo com os dados apresentados pelo Corpo de Bombeiros, de janeiro a outubro, 27% do bioma Pantanal foi consumido pelo fogo, num total de 4.117 hectares, sendo 1902 em Mato Grosso do Sul e 2215 no Mato Grosso.

Franciane Rodrigues, coordenadora do Cemtec/Semagro (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima), explicou que a partir de agora as chuvas começam a se espalhar sobre todo o Mato Grosso do Sul, mas é preciso atenção redobrada com a possibilidade de raios, ventanias, granizo.

O secretário da Semagro apresentou ainda o balanço da Operação Focus que apurou os incêndios nas áreas rurais de Mato Grosso do Sul, percorrendo em um mês, 8.700 quilômetros em todo o Pantanal e passando por 40 propriedades rurais.

Foram presas 3 pessoas em flagrante, por estarem ateando fogo à vegetação, confirmada a origem de focos de incêndio em 19 locais e aplicadas ainda R$ 35 milhões em multas.