Dourados terá central de agendamento para vacina contra a COVID 19

-

Secretaria de Saúde cria central de agendamento para vacinar contra a Covid-19
Serviço foi criado para melhorar o atendimento aos profissionais de saúde, idosos e familiares e evitar problemas e dificuldades no agendamento para a aplicação das doses

A SEMS (Secretaria Municipal de Saúde) criou uma Central de Agendamento para organizar e melhorar o fluxo de pessoas que estão contactando as unidades de Saúde de Dourados para agendar a vacinação. O serviço começa a funcionar na próxima segunda-feira (15) às 7h30, primeiramente para os profissionais da saúde que atuam na linha de frente da Covid no município.

Portanto, na segunda-feira, os profissionais de saúde que se encaixam no perfil de prioridade e que tenham mais de 60 anos podem fazer o agendamento por meio de três telefones da Central: (67) 9.8468-8089, (67) 9.8468-8259, (67) 9.8468- 8399. Pelo cronograma da Secretaria de Saúde, serão agendados 10 profissionais por hora, por medidas de biossegurança.

Na segunda, os agendamentos começam pela manhã, mas a vacinação inicia apenas na parte de tarde, das 13h às 16h30. Na terça-feira (16) e quarta-feira (17), a vacinação será das 07h30 às 11h e das 13h às 16h30. A vacinação para os profissionais será no Centro de Convivência do Idoso, André Chamorro, na rua Cafelândia, 770, Jardim Água Boa (ao lado do Jorjão).

Já a vacinação aos idosos será retomada na manhã de quinta-feira (18) também pelo mesmo sistema de agendamento via Central. Os telefones para marcar são os mesmos. A orientação é que idosos e familiares comecem a fazer os agendamentos de quarta-feira em diante.  O critério de prioridade continua sendo mesmo: primeiramente idosos acima de 90 anos e acamados acima de 80. As doses serão aplicadas conforme disponibilidade em estoque até que chegue um novo lote para o município.

A criação da Central de Agendamento, segundo o secretário de Saúde, Frederico de Oliveira Weissinger é para melhorar o atendimento à população e organizar o fluxo administrativo das vacinas. Ele afirma que recebeu reclamações de pessoas que estavam enfrentando dificuldades para fazer o agendamento. “Diante disso, decidimos fazer uma redefinição no sistema de agendamento para melhorar o serviço”, disse o secretário.

Agendamento
O agendamento acontece por uma série de motivos, entre eles estão: para que não haja desperdício de doses das vacinas; para melhorar o processo de imunização de idosos acamados e, também, para que não aconteça aglomeração. Importante ressaltar que o estoque de vacinas é limitado, já que depende do envio do Ministério da Saúde, via Plano Nacional de Imunização.

VEJA TAMBEM