Diretor do Procon, Antônio Marcos Marques, acompanhando a fiscalização em supermercado. (Foto:Divulgação)

O Procon(Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) de Dourados realizou nesta segunda-feira (2), pesquisa de preços dos produtos que compõem a cesta básica em 10  supermercados da cidade.

Foram coletados preços de 29 itens, sendo considerados para levantamento produtos pré-definidos. Os itens estão sendo divulgados nesta pesquisa (anexo).

Os produtos apresentaram variação significativa de um estabelecimento para outro. O alho 200 gr, por exemplo, apresentou diferença de 114,43% entre o menor e o maior preço; acebola kg teve diferença de 167,79% entre o menor e o maior preço; afarinha de mandioca 1 kg teve diferença de 122,57%;o quilo da carne bovina de segunda teve diferença de 86,31%; já  inteiro, congelado kg, apresentou diferença de 60,49%.

Ainda de acordo com a pesquisa, foram encontrados 13 produtos com diferença superior a 100% entre os estabelecimentos com menor preço para o maior, como, por exemplo, a goiabada, o papel higiênico, o extrato de tomate e erva-mate tereré.

A diferença do estabelecimento com menor preço e o de maior preço nesta pesquisa é de 39,7%.

Em relação à pesquisa do mês de novembro de 2019 houve aumento de 3,76% no valor global dos produtos.

O Procon alerta que o consumidor deve ficar atento às especificações contidas na embalagem, como, por exemplo, prazo de validade, composição e peso líquido do produto. Os telefones do órgão de defesa do consumidor são 3411-7754 ou 151.