Aquidauanense bate Comercial e enfrenta o Águia Negra na final do Estadual 

-


Jogando em casa o Azulão levou a melhor sobre o Comercial.(Foto: Franz Mendes)

O Aquidauanense vai reeditar a final de 2019 do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol Profissional Série A contra o Águia Negra. A equipe pantaneira bateu o Comercial por 3 a 2 na tarde desta quarta-feira (16.12), pelo segundo confronto da semifinal, e garantiu vaga à decisão. A bola rolou no Estádio Municipal Mário Pinto de Souza, o Noroeste, em Aquidauana. A competição tem o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte).

Por ter feito melhor campanha na primeira fase, o Azulão necessitava apenas de um empate para avançar, após o 0 a 0 na ida, no Estádio Universitário Pedro Pedrossian, o Morenão, no último domingo (13.12), em Campo Grande. Em contrapartida, só a vitória interessava ao Colorado, que entrou em campo determinado a alcançá-la e deu trabalho aos donos da casa.

O jogo

O Comercial saiu na frente, com gol marcado aos 3 minutos do primeiro tempo. Em cobrança de falta próximo ao circulo central, Diego colocou a bola na cabeça do zagueiro Anderson Silva que, sem marcação, testou firme para o fundo da rede. Após o tento colorado, o Aquidauanense tomou conta do jogo, ao avançar suas linhas de marcação em busca do empate, colocando todos os jogadores no campo do adversário.

Apesar da pressão, e inúmeras chances de gol criadas e desperdiçadas, o Azulão chegou à igualdade apenas no minuto 35, com penalidade máxima assinalada a seu favor. Keverson partiu em arrancada pelo flanco direito, cruzou a bola na área e, na disputa de bola, esta atingiu o braço esquerdo do zagueiro comercialino Rafael Lima. O atacante Léo Mineiro bateu e fez: 1 a 1.

A equipe pantaneira voltou melhor para a etapa complementar e logo aos 9 minutos virou o placar. Diego Oliveira cobrou falta, do lado direito ofensivo, para grande área, encontrando Mauro livre para cabecear. O zagueiro desvencilhou-se da marcação colorada e só deu leve desvio na bola, para colocá-la do lado direito do goleiro Diego Machado.

O time da Capital deixou tudo igual aos 16 minutos. O lateral-esquerdo João Paulo viu espaço para avançar no meio-campo, carregou a bola e driblou três oponentes, antes de tabelar com Pedrinho Figueiredo e receber sozinho já na pequena área. Com o gol aberto, o lateral só empurrou para dentro.

“Vivo” no jogo e precisando de apenas um gol para atingir o objetivo, o Comercial lançou-se ao ataque, mas viu sua chance de classificação ir “por água abaixo” aos 42 minutos, com mais um gol do Azulão da Princesa. Diego Oliveira recebeu passe em profundidade, invadiu a grande área, fez finta na marcação e cruzou para Léo Mineiro. O camisa 9, totalmente livre de marcação, cabeceou para baixo, sem chances ao arqueiro adversário. Final de jogo: 3 a 2.

O confronto teve como árbitro Paulo Henrique Schleich Vollkopf, assistido por Wanderson Fonseca Bogarim e Diego dos Santos Ruberdo. O quarto árbitro foi Carlos Henrique Linhares Martins. Manoel Paixão dos Santos fechou a equipe de arbitragem, atuando como assessor.

Final repetida

Aquidauanense e Águia Negra voltam a se enfrentar na final do Estadual de Futebol. No ano passado, a equipe de Rio Brilhante levou a melhor e conquistou o tricampeonato da competição. O Azulão, por sua vez, chega a sua terceira decisão (2011, 2019 e 2020) e, desta vez, quer dar o troco no Rubro-Negro. Para isso, o time do Pantanal tem a vantagem de jogar por dois empates e decidirá o título em seus domínios.

A Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) agendou a primeira partida da final para 20 de dezembro, domingo, às 15 horas, provavelmente no Estádio Municipal Iliê Vidal, o Ninho da Águia, em Rio Brilhante. A data e horário do jogo de volta ainda serão definidos pelo departamento técnico da entidade. O último e decisivo confronto deve ocorrer em 23 de dezembro, quarta-feira, no Estádio Noroeste.

VEJA TAMBEM