O sequestro de Óscar foi confirmado por autoridades paraguaias. (Foto: Ultima Hora)

O presidente do Paraguai,  Mario Abdo Benítez pediu ajuda para o governo brasileiro e também à Colômbia para ajudar no resgate do ex-vice-presidente Óscar Denis e do capataz Adelio Mendoza, sequestrados na última quarta-feira (9), em Bella Vista Norte, na fronteira com Mato Grosso do Sul.

Segundo ministro do Interior, Euclides Acevedo, o Paraguai primeiro pediu apoio à Colômbia, que já tem experiência política de combate à guerrilha e em seguida Mario Abdo conversou com o presidente Jair Bolsonaro que também prometeu dar a ajuda necessária no caso.

O ex-vice-presidente do Paraguai Óscar Denis Sánchez foi sequestrado na quarta-feira (9) na propriedade rural dele em Bella Vista Norte cidade que faz fronteira com o Mato Grosso do Sul. O desaparecimento do político foi confirmado pelo procurador do Ministério Público Frederico Delfino que seguiu com uma equipe para o local onde o carro do político e pertences dele foram localizado com um bilhete dos sequestradores.

O caso acontece uma semana depois do incidente envolvendo membros do grupo guerrilheiro e membros da Força Tarefa Conjunta (FTC) na Fazenda Paraíso nas proximidades de Yby Yaú, onde duas meninas argentinas que eram membros do EPP morreram e algum homens ficaram feridos.