Com dor ciática, Papa não celebrará missa de Ano Novo

-

Por conta de uma crise de dor no nervo ciático, o papa Francisco não celebrará a tradicional missa de Ano Novo no dia 1º de janeiro de 2021 e não recitará o hino de ação de graças Te Deum nesta quinta-feira (31), informou o Vaticano.

“Por uma dolorosa dor ciática, as celebrações desta noite e de amanhã de manhã no altar da Cátedra da Basílica Vaticana não serão presididas pelo santo padre Francisco. Os ‘Primi Vespri’ e o Te Deum desta noite, 31 de dezembro de 2020, serão presididos pela sua eminência o cardeal Giovanni Battista Re, decano do Colégio de Cardeais, enquanto a santa missa de amanhã, 1º de janeiro de 2021, será presidida por sua eminência o cardeal Pietro Parolin, secretário de Estado”, diz a nota assinada pelo diretor da sala de imprensa vaticana, Matteo Bruni.

Segundo a Santa Sé, Francisco voltará a fazer uma celebração ainda no dia 1º de janeiro: o Angelus transmitido por streaming da Biblioteca do Palácio Apostólico.

A reza mantém o líder católico sentado o tempo todo, causando menos esforço.

VEJA TAMBEM