Pingo foi preso neste domingo no Paraguai.(Foto: Divulgação)

Policiais paraguaios prenderam neste domingo(11) em Salto del Guairá, Fábio Costa o Pingo, ex-policial militar do Mato Grosso do Sul, considerado um dos líderes do contrabando de cigarro na fronteira. Ele foi encontrado no Residencial Sete Quedas na localidade de Guavirá, pelo Grupo Especializado Contra o Crime Organizado.

Pingo teve a prisão preventiva decretada em várias operações que investigam quadrilhas de contrabando de cigarro paraguaio para o Brasil. Em 2018 ele teve o filho de 17 anos, João Victor Richena Costa assassinado a tiros de fuzil quando chegava em um condomínio em Salto del Guairá. Ele era de Rio Brilhante e tinha se mudado há pouco para morar com o pai. O crime foi atribuído a inimigos de Pingo.

Ele na lista dos mais procurados do Brasil e é acusado de mandar executar dois agentes da Polícia Rodoviária Federal. A casa de um deles foi alvo de diversos tiros de uma arma automática. As investigações apontaram que o atentado estava ligado ao fato dos PRFs apreenderem mais de 30 carretas de cigarros da quadrilha.

Pingo deverá ser extraditado nos próximos dias para o Brasil. Ele será entregue para a Polícia Federal em Mundo Novo.