O carro estava lotado com fardos de maconha e skank.(Foto: Adilson Domingos)

Dois homens foram presos na noite de ontem no Dioclécio Artuzi na periferia de Dourados, depois de escaparem de uma perseguição que começou na MS 379 entre Laguna Carapã e Dourados. Utilizando de um Fiat Punto a dupla tinha conseguido fugir de uma equipe do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) da Polícia Rodoviária Estadual.

Em diligencia os policiais conseguiram localizar o carro parado na garagem de uma residência e quando chegaram ao local, Edinelson Fernandes Ferrarini de 20 anos tentou fugir pelos fundos da casa. Ele começou gritar “perdi, perdi”, para alertar outra pessoa que estava no interior da casa.

Em um dos cômodos da residência foi localizada uma mulher que disse que o homem preso tinha chegado com o marido dela identificado como sendo Jhonatan Ferreira Nantes de 21 anos, e que ele tinha saído do local após solicitar uma veículo via aplicativo.

No interior do Punto foram localizados vários fardos de maconha e quando os policiais faziam a apreensão da droga, Jhonatan chegou ao local e também foi preso. Ele disse os dois tinham buscado a droga no Paraguai. Na casa ainda foram encontrados balanças de precisão, celulares, máquina de cartão digital e cerca de R$ 1 mil em dinheiro.

A droga foi levada para a Polícia Civil onde foram totalizados 216 quilos de maconha e 61 quilos de skank. Jhonatan e Edinelson foram autuados em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico.