Dois são identificados em troca de tiros com a polícia

-

A perícia da Polícia Civil esteve no local, mas ainda não há a identificação dos mortos. Dos oito abatidos, até agora apenas dois foram identificados – os paraguaios Edson Prieto Davalos, de 27 anos, e Oscar Ruben Cardozo Delvalle, 32. Equipes da perícia tentam identificar os demais. Documentos foram encontrados na casa, mas existe suspeita de que sejam falsos.

Em troca de tiros com equipe do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, na noite de ontem (11) em Ponta Porã oito pessoas envolvidas com uma facção criminosa morreram. Conforme informações de repórteres policiais da região, havia oito criminosos na residência no momento do ocorrido, porém, dois fugiram pelos fundos do local. Os outros seis morreram após o conflito. O Departamento de Operações de Fronteira (DOF) foi acionado e conseguiu localizar os dois fugitivos, entretanto, em confronto com a equipe policial ambos foram atingidos e morreram.

A ação resultou na apreensão de sete armas, sendo cinco pistolas e dois fuzis, além de recuperar dois carros roubados. Conforme a Polícia Civil, a organização estaria envolvida em dois recentes homicídios na região do distrito de Sanga Puitã e nas proximidades da linha internacional. Os dois fuzis, pelo menos cinco pistolas e um revólver encontrados com os bandidos mortos serão periciados, na tentativa de encontrar ligação com as mortes.

VEJA TAMBEM