Caso foi registrado na Primeira Delegacia de Ponta Porã que está investigando. (Foto: Ilustração)

A Polícia Civil de Ponta Porã, através do 1º Distrito Policial está investigando uma denúncia contra uma servidora pública lotada no Centro POP (Centro de Referência Especializado para População de Rua), que estaria cometendo violência contra uma criança que seria enteada dela.

Informações dão conta que a criança residia em Dourados e foi levada para morar com a madrasta em Ponta Porã e que passou a ser espancada constantemente. A denúncia foi feita pelo irmão da servidora. Ela nega o caso e diz que o irmão não é confiável.

Imagens da criança com sinais de violência pelo corpo chegaram até a redação do Ponta Porã News, mas por se tratar de criança não serão mostradas na reportagem. Os ferimentos aparecem nas pernas, nas coxas e outras partes do corpo.

O Conselho Tutelar de Ponta Porã acompanha o caso e a Polícia Civil deve ouvir pessoas próximas da mulher acusada de violência e a criança foi colocada sob os cuidados da avó. A funcionária pública acusada não foi encontrada para falar sobre o caso.