O corpo do caçador foi encontrado pelos amigos que foram procurá-lo depois da tormenta.(Foto: Divulgação)

O trabalhador rural Antonio Aparecido de Lima de 55 anos, morreu ontem depois que uma grande árvore caiu sobre ele durante uma caçada. O acidente aconteceu em uma propriedade rural ás margens da BR 463 entre Ponta Porã e Dourados na proximidades da Aldeia Lima Campo e do Posto Guaíba.

De acordo com a delegada Analu Lacerda Ferraz do Primeiro Distrito Policial de Ponta Porã, funcionários da fazenda disseram que Antonio teria saído para caçar por volta do meio dia e como não retornou até a noite eles ficaram preocupados. Durante a noite houve uma grande ventania na região e quando a tormenta passou os amigos deles saíram para procura-lo e acabaram encontrando ele morte embaixo de uma grande árvore que tinha sido derrubada pela ventania.

“Ele era acostumado a caçar naquela mata e já tinha montado em uma árvore menor um “jirau, ou espera” onde ele ficava esperando os animais passar para abatê-los e durante a tormenta o local que ele estava foi atingido pela árvore que caiu e ele morreu atingido pelo tronco e pelos galhos da árvore”, disse a delegada.

Ainda de acordo com a delegada, funcionários da fazenda precisaram abrir uma picada para que a equipe da perícia chegasse até onde estava o corpo, pois o vendaval derrubou muitas árvores. E a retirada da vítima só foi possível com o uso de motosserras, pois a árvore que tombou causando a morte de Antonio era realmente muito grande.

O corpo dele foi retirado somente na madrugada desta quarta-feira (1) e levado para o Instituto Médico Legal de Ponta Porã.