Polícia diz que mulher foi morta com 17 tiros pelo marido

-

Peritos da Polícia Civil de Ponta Porã, apontaram que o homem acusado de matar a esposa e depois cometer suicídio atirou 17 vezes contra a vítima. O crime aconteceu no domingo (24), durante uma confraternização familiar, no distrito Nova Itamarati, em Ponta Porã. Segundo informações do Boletim de Ocorrência, os corpos de Alejandro Antônio Aguilera, de 41 anos, e da esposa dele, Eliane Ferreira Siolim, de 34, estavam na varanda dos fundos da casa do sítio onde acontecia a festa.

Eliane foi atingida por 17 tiros de calibre 9 milímetros e ainda o braço direito aparentemente quebrado. Já Antônio, teria se matado com um tiro na cabeça, conforme aponta o ferimento dele e a munição encontrada ao lado dele.

A arma de fogo de onde saíram os tiros que mataram o casal foi apreendida, assim como as munições deflagradas e um carregador sobressaliente municiado. O caso foi registrado pela Polícia Civil como morte a esclarecer.

VEJA TAMBEM