Operação carnaval: 160 pessoas foram parar na Delegacia por descumprir decreto

-

Durante a operação “Carnaval sem Covid19″, a Guarda Municipal de Dourados intensificou a fiscalização e policiamento para coibir o descumprimento do decreto que proíbe aglomerações. Durante a ação, 160 pessoas foram parar na Delegacia por descumprir o Art. 268 de CP, “Descumprir medida sanitária para contenção de pandemia”.

Além das detenções, outros 522 procedimentos foram realizados durante do carnaval, entre eles: rondas patrimoniais (284), boletins de atendimento (135), boletins de ocorrência (41), ação da Guarda Municipal Ambiental (59), atendimento a demandas de secretarias (15) e apoio a outras forças policiais (5).

O destaque das ações preventivas foi a “Operação Carnaval sem COVID19” com o foco de não permitir as aglomerações, principalmente, com a realização de festas clandestinas. A ação foi encabeçada pela Guarda Municipal com a criação de uma força tarefa entre a Polícia Militar (3º BPM e 9ª CIA), Polícia Civil, Agetran, Conselho Tutelar e Fiscais da Infância e Juventude com a participação de aproximadamente de 50 agentes em 14 viaturas.

FISCALIZAÇÃO DA COVID-19

Foram 40 atendimentos relacionados à prevenção, fiscalização e controle da propagação da COVID-19; 27 boletins de atendimentos; 13 boletins de ocorrências. Cerca de 160 pessoas foram encaminhadas a Delegacia de Polícia Civil por descumprirem as normas impostas com prevenção a pandemia da COVID-19, sendo tipificadas no ART-268 CP. “Infringir determinação do poder público, destinada a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa:”

Segundo a comandante da Guarda, Graziele Cespedes de Souza Nascimento, todos os dias foram realizadas fiscalizações nos estabelecimentos comerciais. Ela também explica que mesmo com o término da operação, a fiscalização continua. “Quem descumprir as regras estará sujeito as penalidades por infrações sanitárias”, explica.

BOLETINS DE OCORRÊNCIAS

A fiscalização realizada no carnaval também resultou na captura de 10 foragidos da justiça, na prisão de 6 agressores por violência doméstica ou por descumprir medidas protetivas, e também da condução de 4 condutores embriagados e na recuperação de 3 veículos furtados.

VEJA TAMBEM