A operação foi deflagrada nesta manhã.(Foto: Ilustração)

Nesta quarta-feira (21), a Polícia Federal deflagrou a Operação Ceuci, que investiga possíveis invasões à Reserva Kadiweu e eventuais danos ao meio ambiente no Pantanal sul-mato-grossense. De acordo com a PF, são cumpridos 30 mandos de busca e apreensão expedidos pela 5ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande, nas cidades de Miranda, Bodoquena e na própria capital.

Participam da ação, aproximadamente 110 policiais. Também participam da operação o Exército Brasileiro e servidores do IBAMA (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente). A investigação teve início em junho de 2019 e visa apurar a ocupação e exploração de áreas indígenas, além de crimes ambientais decorrentes de desmatamento. Com o cumprimento dos mandados de busca e apreensão, a Polícia Federal pretende identificar os ocupantes das referidas áreas, bem como eventuais atividades econômicas desenvolvidas e a existência de danos ambientais.

A operação O nome da Operação Ceuci faz referência à deusa indígena protetora das lavouras e moradias dos índios.