SIG de Anastácio prende traficante e descobre pés de maconha “consorciada” com alface cheiro verde e outras verduras. Foto: (Divulgação)

A Polícia Civil de Anastácio desmontou nesta segunda-feira (14) um ponto de droga que funcionava a todo vapor na cidade. A ação acabou tendo como foco principal além da prisão do traficante, a descoberta de uma “lavoura” de maconha em plena produção funcionando de forma “consorciada” com uma horta em meio a alface, cheiro verde e outras verduras.

Segundo informações do SIG, a venda de drogas em uma “boca” funcionando em residência da no bairro Vila Maior, no município de Anastácio, onde Dagmar Batista Ferreira, 28 anos, conhecido como “Daguinha” vendia os produtos ilicitos.

“Daguinha” não foi encontrado na casa, apenas a sogra que confirmou ter os usuários abordados comprado a droga ali, localizado e preso em seguida. Questionado, ele confessou a atuação no tráfico de maconha e Skank, drogas encontradas em diferentes pontos da casa.

Horta frondosa

Durante vistoria no imóvel, os policiais do SIG avistaram uma plantação de maconha, cultivada nos fundos da casa em meio a produção de verduras e em franca produção, dezenas de pés da droga.

“Daguinha” assumiu além do tráfico de maconha e skunk, a produção de maconha.

O local foi periciado e a lavoura destruída com a apreensão dos pés da droga, juntado ao apreendido na casa e com usuários, juntamente com balança de precisão. Dagmar foi preso e autuado em flagrante.