João Fabiano, senadora Soraya e o candidato a prefeito do PSL Mauro Thronicke.(Foto: Arquivo/Diário MS)

Em convenção realizada na manhã desta quarta-feira (16), o PSL confirmou o nome do empresário Mauro Thronicke como candidato do partido na disputa pela Prefeitura de Dourados nas eleições deste ano. A legenda, que tem como principal cabo eleitoral a senadora Soraya Thronicke (prima do Mauro), decidiu apostar em uma chapa pura e terá como candidato a vice-prefeito o bancário João Fabiano Davansso.A convenção foi realizada no comitê de campanha do partido, localizado na Hayel Bon Faker, apenas com a presença de convencionais candidatos.

Em recente visita ao Diário MS, o agora candidato do PSL disse que seu grupo vem reestruturando o partido em Dourados, tendo como meta “formar políticos novos de direita, com pensamento de liberalismo econômico e conservador nos costumes”. O pensamento é contrário ao aborto e à violência contra a mulher e pela melhora da condição social das pessoas. “Agora o PSL é um outro partido”, reforçou. Ressaltando que “nunca” foi político e nem disputou qualquer cargo eletivo, o agropecuarista avalia já ter cumprido seu papel de pai e, aos 54 anos de idade, se dispõe a contribuir “mais ainda” com a cidade onde mora.

Também conhecido como Maurinho Thronicke, ele contou que nas últimas eleições estava “votando em branco, mas as coisas só vinham piorando”. Por isso, decidiu entrar na disputa para prefeito de Dourados, pois avalia que somente participando da política é que se pode “melhorar as coisas”.Ele se filiou ao PSL a convite de Aristeu Carbonaro, que era um dos pré-candidatos do partido para a sucessão municipal. Disse que pretende fazer “uma campanha limpa” e que sua única promessa aos eleitores será “acabar com a corrupção”. Falou que, sendo eleito, pretende montar um secretariado técnico e que o Plano de Governo está sendo elaborado “ouvindo as pessoas”.