Depois de vencer o câncer no Hospital da Cassems,‘Dona Creuza’ toca o sino da cura

-

Assessoria

4 de fevereiro é a data escolhida para o “Dia Mundial de Combate ao Câncer”, para aumentar a conscientização sobre o câncer, para incentivar o diagnóstico precoce e possibilitar que as pessoas tenham tratamento. Na Caixa de Assistência do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems), beneficiários da capital e do interior podem contar com exames de prevenção e um tratamento multidisciplinar, para garantir a qualidade de vida dos pacientes.

No Hospital Cassems Campo Grande, quem ouve o badalar do sino da cura sabe que isso significa, para um paciente, o início de uma nova etapa da vida e a vitória no tratamento contra o câncer. Esse foi o caso da beneficiária de Corumbá, Creuza Elizabeth da Matta.  Ao ser diagnosticada com câncer de mama, em uma consulta periódica no Ônibus da Saúde, programa de prevenção da Caixa dos Servidores, ela soube que teria de enfrentar um tratamento difícil, mas podia contar com a ajuda de especialistas e da sua família.

Creuza Elizabeth conta que, sempre que o Ônibus da Saúde ia em sua cidade, ela realizava os exames preventivos. “Em março de 2019, eu fiz novamente os exames e, então, a Cassems me ligou para buscar o resultado. Foi quando recebi o diagnóstico do câncer”.

De acordo com a paciente, a equipe de profissionais de saúde que lhe atendeu conversou claramente sobre como seria o tratamento. “Os médicos contaram tudo o que eu poderia sentir durante o processo, mas eu disse para eles que sou forte, descendente de Zumbi dos Palmares. Força e resistência são as nossas marcas!”.

Com muita determinação, Creuza passou pelo tratamento com força e persistência. “Para levantar a minha autoestima, me propus a fazer um ensaio fotográfico careca. Isso conta muito no processo, estar sempre para cima e não deixar se abater”.

Hoje, após passar pelo tratamento e ser vitoriosa, a paciente salienta que o seu sentimento é de gratidão. “Eu tive uma equipe de profissionais preocupados com o meu bem-estar, e hoje me sinto feliz por ter vencido mais uma etapa, sendo tratada por pessoas que deram o seu melhor para que eu ficasse bem”.

O médico oncologista do Hospital Cassems Campo Grande, Fabrício Colacino, que acompanhou o tratamento de Creuza, explica que o seu diagnóstico foi precoce e isso contribuiu no processo. “Ela foi diagnosticada pelo ônibus itinerante, que levou a saúde até a porta da sua casa, em Corumbá. Como o tumor  foi detectado precocemente, isso permitiu que ela tivesse êxito e voltasse para a sua família bem, com o tratamento completo”.

De acordo com Colacino, é uma alegria para toda a equipe do Hospital Cassems ver a recuperação total da paciente Creuza Elizabeth. “Assistir a satisfação e emoção dela contagia toda a nossa equipe. É um dia de muita alegria, quando a vemos tocar o sino da cura, é um dia especial para todos nós”.

Para os pacientes da Oncologia da Cassems, o sino ganha uma nova atribuição e se transforma em objeto do desejo de quem almeja a cura do câncer.(Foto: Assessoria)

VEJA TAMBEM