Beneficiários que forem atingidos pelo novo coronavírus poderão contar com o plano de saúde no processo de recuperação por 12 meses.(Ilustração)

A Caixa de Assistência dos Servidores do Estado de Mato Grosso do Sul (Cassems) se compromete com a assistência à saúde dos seus beneficiários em recuperação por até um ano. Com o programa de prevenção “Fica Tudo Bem”, a operadora realiza acompanhamento, por 12 meses, dos pacientes com diagnóstico de Covid-19. O serviço pioneiro em planos de saúde tem início nas cidades de Campo Grande e Dourados. 

Para aprimorar ainda mais o cuidado com os servidores do estado e seus familiares durante a pandemia, a linha de cuidado conta com médicos infectologistas, psiquiatras, pneumologistas, otorrinolaringologistas, além de psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais e enfermeiros. Desta forma, os beneficiários terão uma equipe integrada à disposição para contribuir com a recuperação clínica. 

O beneficiário Paulo Yafusso é paciente recuperado de Covid-19 e esteve internado no Hospital Cassems Campo Grande. Para ele, a humanização do atendimento fez toda a diferença. “Com essa experiência de 11 dias de internação, percebi que a Cassems tem um modelo de gestão empreendedor e, sobretudo, humanizado. Vemos isso na entrada, quando chegamos, na receptividade e no acolhimento. Da equipe de limpeza aos médicos, todos te atendem da mesma forma e se mostram preocupados com o paciente”.

A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, explica que o plano de saúde se preocupa não apenas com o tratamento do paciente durante o período em que ele é acometido pela doença, mas, também, pelo bom desempenho da sua recuperação. “Em um hospital, por melhor que seja o tratamento, ocorre o sentimento de medo e angústia. Por isso, nós iniciamos o programa ‘Fica Tudo bem’, de acompanhamento e monitoramento dos beneficiários que ficaram internados em decorrência da Covid-19”. 

De acordo com Maria Auxiliadora, o diferencial dessa linha de cuidado é a disposição de uma equipe de profissionais de saúde multidisciplinar, para que o beneficiário seja atendido de maneira integral. “Disponibilizamos uma rede de infectologistas que faz avaliação 7 dias após a alta hospitalar e, também, a equipe de Psicologia que está no suporte e atende ao paciente por acolhimento via telefone, se ele ainda estiver em isolamento social ou, presencialmente, após esse período”.

A linha de cuidados inclui, também, uma agenda de retorno com médicos especializados e telemonitoramento com contato telefônico diário nos primeiros 30 dias após a alta do paciente, para acompanhamento dos sintomas e do processo de recuperação. 

Em caso de dúvidas, os beneficiários de Campo Grande podem entrar em contato pelo número de telefone 4001-6950. Os beneficiários de Dourados, por sua vez, podem entrar em contato pelo número de telefone 3033-8350. A Cassems também disponibiliza o e-mail programasdeprevencao@cassems.com.br.